Consegui cumprir meu desafio pessoal de leitura ao chegar ao final de 20 livros em 2019. Em princípio, tinha decidido que não iria me impor um desafio e sim me dedicar a concluir algumas leituras que estavam atrasadas há tempos, como por exemplo, os três volumes completos de 1Q84, de Haruki Murakami — mas aí não consegui resistir e repeti a meta de 2018.

Aliás 1Q84 foi, de acordo com os dados que eu recebi do Goodreads, o livro mais longo que li em 2019. Infelizmente não foi a leitura que eu esperava com base em algumas opiniões que li, mas é assim mesmo, gosto cada um tem o seu.

De qualquer maneira, a versão em ebook que concentra os três volumes juntos em suas 1709 páginas, representa 21,9% do total de 7802 páginas que eu completei batendo minha meta de 20 livros deste ano.

Até que 9 dias atrás eu comecei a ler um vigésimo primeiro livro, “A Paciente Silenciosa”, de Alex Michaelides. Eu não pretendia ler mais nada em 2019, ate que notei que este título tinha mais de 68.800 votos na categoria Mistério e Thriller do Choice Awards 2019 do Goodreads. Adoro thrillers, então pensei “porque não?”.

Terminei a leitura hoje. Há alguns minutos. E tenho que dizer que gostei muito da história, tanto que quero ler o próximo livro que o autor vier a lançar — “A Pacienre Silenciosa” foi sua estreia. De qualquer maneira, somam-se mais 332 páginas lidas, e uma meta superada tal como em 2018 e 2917, ano em que comecei a me desafiar.

Meu ano de 2019 completo em livros está aqui, caso queiram dar uma olhada.