Back-up Cast #007: Facebook + Instagram!!

Acreditem ou não, quatro anos depois, resolvi fazer mais uma experiência no mundo dos podcasts!!

Acontece que, organizando os arquivos no meu servidor, acabei encontrando as gravações de 2008 ââ?¬â? que eu ainda estou restaurando para que fiquem novamente online ââ?¬â? e me bateu uma vontade de saber como seria gravar alguma coisa depois de alguns anos.

O resultado? Expus uma breve opinião sobre o bilionário revém-negócio de aquisição do Instagram pelo Facebook. Nada muito longo, nada sofisticado: Gravado via iPhone com edição no Audacity.

Quem gostar, comenta. Quem não gostar, também. Quem sabe volto a usar esta forma de comunicação com mais frequência de novo?

Back-up Cast #005: Rejaw + Os órfãos do SMS do Twitter

É isso aí, pessoal. Depois de um longo e tenebroso inverno sem criar programas, eis aqui a mais recente edição do Back-up Cast, a de número cinco! A bola da vez é o Rejaw, um site de microblogging que vem chegando pra tentar tomar pra si um pouco dos usuários do Twitter e do Plurk. Será que ele realmente consegue?

É claro que eu também falo sobre outras coisas. Um pouquinho sobre a participação brasileira nas Olimpíadas de Pequim (bem pouquinho mesmo) e também dou uma dica genial sobre o Get Me Out of Here, um serviço inusitado, e que alguns podem achar bem útil. De quebra, falo sobre serviços que estão surgindo na esteira do Twitter, depois que eles anunciaram, desde 13 de agosto desse ano, que não mais enviariam boletins via SMS com updates das redes de contatos dos usuários.

Apesar da pressa — queria aproveitar o quanto antes pra criar o podcast, pras idéias não esfriarem —, realmente espero que vocês gostem. Por favor, deixem comentários e sugestões, se quiserem. Como sempre, seguem os links que de alguma maneira são úteis para quem for ouvir o podcast:

  • Getmooh. O “salvador da pátria” pra quem quer dar uma escapadinha dos compromissos, reuniões ou pessoas chatas. Ouça o podcast pra ver que tipo de arma ele nos fornece pra isso.
  • Changes for Some SMS Usersââ?¬â?Good and Bad News. Post no blog oficial do Twitter em que eles mencionam a interrupção do envio de mensagens SMS com updates da rede de contatos dos usuários através do número de telefone antes disponível no Reino Unido.
  • TwitSMS. site australiano que, desde a interrupção por parte do Twitter do envio de updatesvia SMS, oferece pacotes com preços variados para quem quer continuar a ter esse privilégio.
  • TweetSMS. Site britânico cuja proposta é idêntica   do site australiano, mas que não tem pacotes, e cobra o envio de cada mensagem individualmente.
  • Rejaw. New kid on the block dos microblogs, que vem, também ele, tentar conquistar para si uma fatia dos usuários do Twitter e do Plurk, e que até parece ser interessante. Criei uma conta por lá, caso alguém queira experimentar e me adicionar.
  • Além de informações olímpicas sobre o Brasil retiradas do site Quadro de Medalhas.
[audio:http://danielsantos.org/podcasts/backupcast005.mp3]

Back-up Cast #004: Google Friend Connect

Eis aqui a mais recente edição do Back-up Cast, a de número 4! Dando seq¼ência aos programas, agora eu resolvi comentar um pouco sobre o Google Friend Connect, que é uma novidade liberada esta semana pela Google, que promete dar um quê de rede social a qualquer site.

De quebra aproveito algumas dicas que me foram enviadas pelo meu amigo Kadu e comento um pouquinho mais sobre Twitter. Ah, e faço uma homenagenzinha   madrinha deste meu podcast… 🙂

Espero que vocês gostem… como sempre, quem quiser pode deixar uns comentários que eu vou achar o feedback muito importante pra melhorar! Seguem os links que de alguma maneira são úteis para quem for ouvir o podcast:

  • Empregos no Twitter: Saiba onde encontrá-los, que é a nota do blog Twitter Brasil que me foi enviada pelo Kadu, na qual eu baseei os comentários que teci com relação   busca de empregos na ferramenta.
  • Google Friend Connect, a ferramenta do Google que promete aumentar o tráfego de qualquer site convencional da grande rede de computadores dando-lhe características sociais com código descomplicado, sem a necessidade de entender de programação, e o respectivo press release feito pela empresa, dando conta da novidade.
  • Também é possível visualizar alguns sites que estão usando o Friend Connect, embora sejam em sua maioria exemplos criados pelo próprio Google.
  • Se você quiser mais informações sobre o serviço, ainda pode ler este artigo da CNet News, onde há vários detalhes legais.

Comentário adicional: O Audacity do Ubuntu 8.04 é muuuuuuito mais legal pra gravar podcasts do que seu irmão que roda no Windows. A meu ver a qualidade do resultado ficou muito melhor com o seu uso…!

[ratings]

Back-up Cast #003: Anti-vírus + Twitter te libertará!

É hora da terceira edição do Back-up Cast. Como vocês podem perceber, estou tentando manter uma certa regularidade com relação ao programa, embora eu tenha que admitir que mesmo no sistema ready-fire-aim, isso não é nada fácil

Nesta edição eu comento um pouco sobre o uso de anti-virus, que parece que está sendo abolido por algumas pessoas por aí. Também falo um pouco sobre um cara que saiu da cadeia graças ao Twitter, e de quebra reclamo de não conseguir instalar o Hardy Heron e falo de um joguinho web bem bacaninha.

Espero que vocês gostem, ok? Como sempre, deixo os links relacionados a esta edição:

ToonCrisis, um first-person shooter em que você tem que aniquilar desenhos animados e atira com as próprias mãos. A trilha sonora é da banda punk cigana Gogol Bordello, que também parece legal, e que eu uso nesta edição como pano de fundo!

Do You Run Antivirus Software? É a pesquisa realizada recentemente pelo site americano de tecnologia Lifehacker para saber quem usa anti-vírus. Algumas respostas são interessantes.

Anti-virus software can’t keep up: Nota que cita a pesquisa realizada pela Panda com relação   eficácia do modelo atual de anti-vírus e proteção contra ameaças.

Infected or Not? É a página da Panda onde eles estão divulgando a solução Collective Intelligence e onde quem não encontrar nenhuma ameaça no próprio computador pode concorrer a um iPod Nano e prêmios em dinheiro.

Site do estudante James Karl Buck, que foi preso no Egito em companhia de seu intérprete Mohammed Maree enquanto pesquisava para sua tese de mestrado. Depois de ter saído da cadeia, agora ele está organizando uma petição online para conseguir a liberdade também de Maree, que continua em poder da justiça do país. Ah, e também a página do cara no Twitter.

Arrested. Foi com essa única palavra enviada via Twitter que James Buck iniciou os eventos que culminariam com sua liberdade.

Student ‘Twitters’ his way out of Egyptian jail, história sobre o ocorrido no Egito diretamente da página da CNN. Foi nessa página que eu esbarrei sem querer quando pesquisava mais empresas aéreas usando ativamente o Twitter.

[ratings]

Back-up Cast #002: Twitter Corporativo e Padre Voador

Senhoras e senhores, apresento a vocês a segunda edição do Back-up Cast.

Sim, ela veio!! E veio comigo tentando corrigir uma série de problemas com o som e com o chiado do microfone na edição anterior. Eu espero ter conseguido, porquê afinal de contas, nesta edição eu estou falando um pouco sobre o uso do Twitter corporativamente, ou seja, por empresas. Isso não sem antes falar do meu beta tester de podcasts e também do Padre Voador, desaparecido no último dia 20 de abril.

Assim como eu fiz da primeira vez, segue uma lista com os links que eu considero relevantes ou que complementam dados em relação ao conteúdo deste novo podcast. Na verdade, muito do que eu utilizei no roteiro que segui saiu de mesclas e adaptações com a minha visão a respeito destes conteúdos.

Por favor, não se esqueçam de me dizer se gostaram!

[ratings]

Back-up Cast #001: WordPress, Flickr e House

Senhoras e senhores, apresento a vocês a primeira edição do Back-up Cast, o meu podcast. Conforme eu havia comentado anteriormente, fiquei com bastante dúvida sobre quais assuntos abordar, mas resolvi iniciar não apenas com um, mas sim três deles.

Primeiramente, comento sobre a nova função de adicionar mídia aos artigos no WordPress 2.5. Na seq¼ência falo sobre uma nova versão do Flickr Uploadr e, finalmente, pra fechar com o que eu espero ser uma chave de ouro, comento sobre a volta de episódios inéditos de uma das séries mais fabulosas da paróquia, House MD.

Eis aqui uma lista com os links que eu considero relevantes em relação ao conteúdo do podcast:

  • Site oficial do WordPress;
  • Plugin Embedded Video, para WordPress, criado pelo Jovel Stefan, que aliás está sendo empregado neste mesmo post de lançamento do podcast;
  • Flickr Tools, de onde pode-se baixar as versões oficiais do Flickr Uploadr;
  • Post do fórum de suporte do Flickr onde pode ser encontrada a versão 3.10 do Uploadr;
  • Post do code.flickr com as considerações de Richard Crowley sobre o Uploadr 3.10;
  • Blog do Richard Crowley;
  • Site oficial da série House MD, na FOX americana;
  • Página do Dailymotion com o teaser trailer do episódio 13 da quarta temporada de House — este eu estou colocando aqui também:

[dailymotion x4yejd]

Quero lembrar de antemão que, assim como comentou por aqui a Patricia Muller, esta é uma experiência do tipo ready-fire-aim, ou seja, estou fazendo primeiro pra perguntar depois. Assim sendo, gostaria muito do feedback de vocês a respeito, e inclusive que me dessem dicas de gravação e sugestões para próximos assuntos: Lembrem-se que estou fazendo pra me divertir e, se possível, diverti-los e informá-los, e que isso tudo é na base do amadorismo mesmo, pra ficar mais legal

Ahhh… Ao todo este meu primeiro experimento tem 16:55 de duração…

[display_podcast]

Espero que vocês gostem de ouvir assim como eu gostei de fazer…!

[ratings]

To podcast or not to podcast?

Semana passada ouvi o Nerdcast e o RadarPop. Fazia tempo que eu não ouvia um podcast — mais por falta de tempo do que por falta de querer, é claro — e eu comecei (novamente) a pensar em fazer o meu próprio.

Navego daqui, navego dali, e descubro que — pelo menos na minha opinião — a melhor ferramenta pra alguém como eu usar — se resolver seguir adiante com isso — continua sendo mesmo o Audacity, que é leve, cheio de recursos adicionais através de plugins e, é claro, totalmente gratuito. Associado a um microfone simples, é podcast em poucos minutos, inclusive com música de fundo, efeitos sonoros e já convertido para o formato MP3, pra facilitar.

Meu maior problema continua sendo outro: Sobre o que falar. Informática? Tecnologia? Televisão, seriados? Eu não sei, sinceramente. É estranho, e até um paradoxo, eu sei, mas o maior impeditivo é esse. Sinto vontade de falar sobre tudo isso, e sobre nada disso em específico, ou seja, falar sobre o que me der na telha, sob risco de saírem até algumas bobagens, é verdade — mas podcast amador é assim mesmo, hehehe.

Vocês que são minha meia-dúzia de fiéis seguidores, o que acham? Vou nessa? E mais, alguém gostaria de sugerir algum assunto? 🙂