Temptation

Versão em inglês — retirada daqui — para a obra Tentação, de Clarice Lispector, que resolvi publicar aqui para auxiliar nos estudos de inglês de uma amiga. Ah, a ilustração deste texto foi retirada daqui.

She was sobbing, and as if the two o’clock glare weren’t enough, she had red hair.

On the empty street the cobblestones were vibrating with heat – the little girl’s head was aflame. Sitting on the front steps of her house, she endured. Nobody on the street, just one person waiting in vain at the tram stop. And as if her submissive and patient gaze weren’t enough, her sobs kept interrupting her, making her chin slip off the hand it was resting on in resignation.What could you do about a sobbing red-haired girl? We looked at each other wordlessly, dejection to dejection. On the deserted street not a sign of the tram. In a land of dark-haired people, being a redhead was an involuntary rebellion. What did it matter if one day in the future her emblem would make her insolently hold erect the head of a woman. For now she was sitting on a shimmering doorstep, at two o’clock. What saved her was an old purse, with a torn strap. She clutched it with a long-familiar conjugal love, pressing it against her knees.

That was when her other half in this world approached, a brother in Grajaú. The possibility of communication appeared at the scorching angle of the street corner, accompanied by a lady, and incarnated in the form of a dog. It was a basset hound, beautiful and miserable, sweet inside its fate. It was a red-haired basset hound.

There he came trotting, ahead of his owner, stretching his body out. Unsuspecting, nonchalant, dog.

The girl widened her eyes in amazement. Mildly alerted, the dog stopped in front of her. His tongue quivered. They looked at each other.

Of all the beings suited to become the owner of another being, there sat the girl who had come into this world to have that dog. He growled gently, without barking. She looked at him from under her hair, fascinated, solemn. How much time passed? A big sob jangled her. He didn’t even tremble. She overcame her sobs and kept staring at him.

Both had short, red hair.

What did they say to each other? Nobody knows. All we know is they communicated rapidly, since there was no time. We also know that without speaking they were asking for each other. They were asking for each other urgently, bashfully, surprised.

Amid so much vague impossibility and so much sun, here was the solution for the red child. And amid so many streets to be trotted down, so many bigger dogs, so many dry gutters – there sat a little girl, as if she were flash of his ginger flesh. They stared at each other deeply, immersed, absent from Grajaú. Another second and the suspended dream would shatter, yielding perhaps to the seriousness with which they asked for one another.

But both were already commited.

She to her impossible childhood, the center of the innocence that would only open once she was a woman. He, to his imprisioned nature.

His owner waited impatiently beneath her parasol. The red-haired basset finally pried himself away from the girl and went off sleepwalking. She sat there in shock, holding the event in her hands, in a muteness that neither her father nor her mother would understand. She followed him with black eyes that could hardly believe it, hunched over her purse and knees, until she saw him round the other corner.

But he was stronger than she. He didn’t look back once.

Clozemaster: Uma forma ¡genial! de aprender idiomas

Tenho estudando espanhol por conta própria desde o final de 2016, e estou sempre em busca de novas ferramentas e recursos que me permitam agregar alguna cosa a mi parco conocimento del idioma. Às vezes encontro coisas realmente interessantes e decido compartilhá-las por aqui. Foi o caso, esta semana, quando me deparei com o Clozemaster, site que permite o aprendizado de uma série de idiomas e cujo nome vem da técnica de cloze tests, conceito que eu já havia mencionado em 2016, ao falar sobre outra ferramenta muito interessante, o Readlang.

Cloze tests — cujo nome deriva da palavra inglesa closure — são exercícios, testes ou avaliações compostas por um trecho de texto onde certas palavras são removidas e um participante é convidado a preencher as lacunas. Este tipo de abordagem requer que se entenda tanto o contexto quanto o vocabulário para que as lacunas destes textos sejam preenchidas com as palavras corretas. De acordo com a Wikipedia, aliás, este tipo de exercício é muito comumente aplicado ao aprendizado de um segundo (ou terceiro, no meu caso) idioma.

A proposta do Clozemaster é permitir o alcance de fluência em qualquer língua através da exposição em massa a vocabulário e de gamification, conceito que pode parecer complexo para alguns mas que nada mais é do que aplicar conceitos de jogos ou videogames à contextos que não são jogos. Isso já é comumente feito em muitos sites e aplicativos para celular, inclusive no caso de aprendizado de idiomas — dois bons exemplos são o Memrise e o Duolingo, que dão bônus e pontos por palavras acertadas e c0rretamente memorizadas. Quando se visita a página de about do Clozemaster, por sinal, depara-se com a afirmação de que o site foi criado exatamente para responder à pergunta “O que eu devo fazer depois do Duolingo?”, oferecendo uma experiência baseada em frases e aprendizagem contextual para complementar estes outros aplicativos.

O que achei interessante

A experiência de uso e de gamification do Clozemaster é mesmo bacana: Depois de entrar no site e escolher um par de idiomas (por exemplo, “estou aprendendo espanhol a partir do português“), você se sente mesmo dentro de um joguinho de celular, passando por rodadas de cloze tests. A cada rodada você se depara com frases com lacunas, e precisa tentar completá-las corretamente. Quanto mais acerta, mais pontos faz.

Falando especificamente de espanhol, o Clozemaster oferece algumas trilhas, uma delas chamada Fluency Fast Track, em que mais de 14 mil palavras podem ser apresentadas, em contexto e em ordem crescente de dificuldade.

Um pequeno parêntese nerd: Os dados usados pelo Clozemaster são obtidos de datasets do site Tatoeba, um banco de dados com frases contribuídas por voluntários nativos em várias línguas, cuja finalidade é permitir que qualquer um veja exemplos de como as palavras são usadas no contexto de uma frase do idioma desejado. Atualmente o acervo de frases em espanhol do site possui um total de mais de 280 mil palavras!

Os cloze tests podem ser apresentados de quatro formas. Em três delas, a tradução para o seu idioma nativo pode aparecer (ou não, se você configurar a ferramenta para tanto) abaixo da frase proposta. A primeira das formas é a múltipla escolha: Você visualiza a frase e em seguida escolhe a palavra que a completa. Se acertar, ganha 4 pontos e, uma vez que a frase fica completa, você a ouve, graças a um text to speech gerado pelo Google.

Outra forma de interagir com os cloze tests é se você digitar as respostas. Este é um modo um pouco mais difícil para mim, pois ainda estou muito cru com relação ao idioma. Ainda assim, por se tratar de frases do cotidiano que têm seu grau de dificuldade aumentado gradativamente, vale à pena tentar. A ferramenta avisa que você está quase lá se digitou errado — na imagem abaixo, por exemplo, errei a palavra por 2 letras, e você pode até mesmo desistir no meio do cloze test atual e ter múltiplas escolhas apresentadas. A única questão envolvida é o gamification: Se você acerta a grafia, leva 8 pontos, ao passo que, se desiste e vai para múltipla escolha, volta a computar apenas os 4 pontos de antes.

Uma forma diferente de fazer os testes é por áudio, modalidade chamada pela aplicação de Cloze-Listening. A interface, como se pode notar abaixo, é exatamente a mesma que no primeiro caso que ilustrei. A única diferença é que você ouve uma frase antes de poder escolher a alternativa que corresponde à resposta correta. A pontuação atribuída ao jogador, neste caso, também é padrão, fazendo com que sejam somados mais 4 pontos. Há uma coisa importante, no entanto: Você só pode ouvir uma rodada gratuitamente por dia na versão gratuita. Pagar por mês ou por ano libera áudio ilimitado.

Finalmente, há um modelo de interação chamado de Cloze-Reading. A partir de artigos da Wikipedia em espanhol, são gerados múltiplos parágrafos com múltiplas sentenças, cada qual com uma lacuna em que se deve completar a palavra que falta. Uma vez que todos os parágrafos do texto sejam concluídos, a pontuação resultante — novamente 4 pontos por acerto — é acrescida ao total que você já possui. Neste tipo de interação, no entanto, as palavras completadas não são acrescidas àquelas que já foram apresentadas nos outros modelos de cloze test, ou seja, não afetam seus índices de palavras conhecidas, dominadas ou para revisão.

Conforme cada rodada de cloze tests chega ao final, estatísticas são exibidas. Elas coroam o gamification, demonstrando a pontuação obtida, o tempo total para conclusão da rodada, o número de palavras novas que foram apresentadas, aquelas que foram respondidas correta ou incorretamente e quantas estão prontas para serem revisadas. Para conseguir estimular a competitividade que existe em cada um de nós, também são mostrados o progresso atual, o número de pontos que faltam para que você seja promovido para um nível superior e seu posicionamento no ranking geral de usuários — estou atrás de muita gente. Mesmo.

Além dos cloze tests que são a alma do site, acho válido citar ainda um recurso que considero fundamental neste tipo de aplicação: A revisão do que foi aprendido. No caso do Clozemaster, as frases são revisitadas utilizando-se o conceito de spaced repetition, aqui novamente se assemelhando ao que ocorrem no Memrise. Os intervalos padrão são de 1, 10, 30 e 180 dias, baseados no número de vezes em que as frases são completadas corretamente em sequência, indicando, desta forma, seu nível de domínio da mesma. Para padronizar estes intervalos, é preciso pagar para liberar recursos pro.

Concluindo meu texto, considero o Clozemaster uma grata surpresa: A versão paga do site custa 60 dólares por ano, ou 8 dólares por mês, mas o número de recursos que são oferecidos gratuitamente é bem amplo e interessante, permitindo que alguém como eu consiga prosseguir com seus estudos de idiomas por conta própria, como complemento a outros recursos. Tecnicamente falando, vi um excelente uso combinado de uma série de tecnologias atualmente disponíveis, que produziu uma ferramenta muito agradável de usar, em que se parece estar às voltas com um verdadeiro passatempo. ¡Genial!