Torne o trabalho de TI visível com Kanban

Este texto também foi publicado no meu perfil do Linkedin.
Escrito em 23/11/2019 2 minutos de leitura

Você sabia que o trabalho em um departamento de TI é essencialmente invisível?

Ao contrário do que pode ser encontrado no chão de fábrica — pilhas de produtos não concluídos espalhados pela linha de produção —, as informações e os conhecimentos aplicados na execução das atividades de Tecnologia da Informação para a entrega de projetos estão registrados em documentos e sistemas.

É aí que entra o Kanban, técnica trazida para o mundo dos projetos de TI por David Anderson, que em 2003 publicou o livro “Agile Management for Software Engineering — Applying the Theory of Constraints for Software Projects” onde adaptou os conceitos de sistema puxado ao desenvolvimento de software.

O emprego do Kanban expõe o fluxo de trabalho (ou a falta dele), e ser capaz de enxergar o fluxo é essencial para gerenciar um projeto de software! Afinal, sem um entendimento claro do que uma equipe precisa fazer, a gestão eficiente do seu fluxo de atividades é praticamente impossível.

O desenvolvimento de software com emprego do Kanban envolve a utilização de quatro práticas:

  1. Visualizar o fluxo de trabalho, usando um quadro Kanban para que o time de projeto possa conversar sobre o que efetivamente importa no momento correto, e com isso criar oportunidades de melhoria.

  2. Limitar as atividades em andamento, o trabalho em andamento (WIP), ou seja, aquilo que o time de projeto ainda não concluiu, através de uma técnica que permite avaliar o máximo de trabalho exequível pelo time, por vez.

  3. Gerenciar as atividades efetivamente em andamento, visando evitar o “envelhecimento” dos itens de trabalho e sua conclusão dentro das expectativas de prazo definidas.

  4. Personalizar e adaptar uma definição de “*fluxo de trabalho*” que seja compreendida pelos membros da equipe do projeto de software. Com um entendimento mutuo, documentar políticas e indicadores que possam ser usados para melhorar o desempenho do time a cada projeto desenvolvido.

Não é algo fácil de aplicar: o kanban requer engajamento, disciplina e, sobretudo, patrocínio da direção, mas é uma receita vencedora nos projetos de TI, e certamente pode fazer com que seu departamento contribua mais ativamente para os resultados da empresa.

comments powered by Disqus