As work gets more complex, 6 rules to simplify

Why do people feel so miserable and disengaged at work? Because today’s businesses are increasingly and dizzyingly complex — and traditional pillars of management are obsolete, says Yves Morieux. So, he says, it falls to individual employees to navigate the rabbit’s warren of interdependencies. In this energetic talk, Morieux offers six rules for “smart simplicity.” (Rule One: Understand what your colleagues actually do.)

Os pokémons que a minha mãe faz são geniais!

Há umas duas semanas, já em meio à onda do Pokémon Go, enquanto eu navegava pelo Twitter, me deparei com um artigo do site The Verge, falando de uma mulher chamada Nichole Dunigan, que resolveu criar um projeto que batizou de #CrochetGo — para o qual possui um grupo no Facebook.

Um Bellsprout de crochê, vejam só!

Em primeiro plano, um Bellsprout de crochê, vejam só!

O projeto objetiva tricotar — não, crochetar — essa palavra nem existe oficialmente! —, produzir Pokémons feitos em crochê e deixá-los nos diversos pokéstops e ginásios existentes em Lewisville, Texas.

É isso mesmo, deixá-los nestes lugares. Ela não está vendendo nada. Apenas tomou gosto pela coisa, o que não é difícil de entender, uma vez que ela se autodefine, em seu perfil no Instagram, como uma gamer, foodie, e crafty geek. Ela inclusive disponibilizou todas as receitas de crochê que criou em um endereço na internet, para aquelas pessoas que queiram — e possam — seguir o exemplo.

Um Pikachu entre duas pokebolas, tudo feito pela minha mãe.

Um Pikachu entre duas pokébolas, tudo feito pela minha mãe.

Embora não esteja entre as minhas habilidades fazer crochê, e nem seja muito a minha praia, nada como ter uma mãe que possui essas habilidades: Eu mandei pra ela o link desse artigo que encontrei e, não é que para a minha surpresa, ela também começou a produzir os seus próprios Pokémons de crochê?

Acho importante dizer que, ao contrário da Nichole e de seu projeto, minha mãe, que trabalha com artesanato, patchwork e coisas do gênero, agora faz os Pokémons para vender. São muito bem feitos, têm muita qualidade e não são nada caros: Eu simplesmente adorei. Se você também gostou, passa lá na página da minha mãe, que também fica no Facebook, e faz uma visitinha 🙂