Quanto tempo da sua vida você já perdeu no Facebook?

Esse foi o meu resultado. Até que não foi tanto tempo...

Esse foi o meu resultado. Até que não foi tanto tempo…

Esta semana o Facebook completa 10 anos de existência.

Criado por Mark Zuckerberg, o site começou a funcionar em 4 de fevereiro de 2004. Durante este tempo, estima-se que cerca de 1,1 bilhão de usuários tenham criado perfis e compartilhado, curtido, enviado fotos e cutucado muito. Mas você tem idéia de quanto tempo já perdeu com a rede social desde o seu início?

A edição online da revista TIME pode ajudar nesta resposta.

Eles desenvolveram uma simpática calculadora que pode responder a esta questão em pouco tempo. Como o Facebook não disponibiliza exatamente a quantidade de tempo que cada usuário passa conectado, ela se baseia nos timestamps — horários de publicação dos seus conteúdos —, um a um, desde que você se conectou   rede pela primeira vez, para fazer uma estimativa. Antes disso, aliás, você precisa informar quantos minutos, em média, passa olhando as atualizações por dia (dica: em média, uma pessoa normal gasta cerca de 17 minutos conectada ao site, por dia).

Utilizando exatamente estes 17 minutos como referência — já que não sou exatamente um da ferramenta, reduto de muitas bobagens e muuuuuitos erros de português  —, cheguei aos números ao lado. Considerando a quantidade de gente que eu conheço que tem suas vidas praticamente sugadas pela ferramenta, não creio que esteja mal. Quais são os seus números?

Lychee: Hospede suas próprias fotos

Se você possui seu próprio site na internet e também gosta de tirar fotos, pode já ter lhe ocorrido que seria interessante hospedar você mesmo suas imagens, sobretudo para evitar que elas acabem se perdendo devido a aquisições repentinas de companhias, ou   má administração financeira. E se hospedar as fotos por conta própria parecia complicado até agora devido  s alternativas disponíveis, pode ser que o Lychee seja, finalmente, o salvador da pátria.

Desenvolvido por Tobias Reich, o Lychee depende apenas de um servidor que possua PHP 5.3 ou posterior e um banco de dados MySQL, e, segundo seu autor, seu processo de instalação é simples e rápido, bastando copiar alguns arquivos para o host, através de FTP. O autor mantém online uma demonstração do software, que é muito bem desenhado e possui responsive design, ou seja, está preparado para ser exibido em qualquer tamanho de tela, inclusive as dos tablets e smart phones. Olhar para a interface do programa, aliás, me faz lembrar do finado Everpix, que também possuia um design de muito bom gosto.