em Dicas e tutoriais

Use o campo BCC: A gente agradece!

20121118-101830.jpg

Você já deve ter vivido algo assim.

Recebe uma mensagem onde, além do seu próprio endereço de e-mail, consta o endereço de mais um buzilhão de pessoas. O remetente desta mensagem faz um mesmo pedido para todos os destinatários: informarem se já participaram (ou não) de uma determinada atividade.

Esta semana recebi uma mensagem assim, e a respondi apenas para o remetente. Mas em questão de minutos vi meu inbox lotado de respostas que deviam ter sido endereçadas apenas   ele. Em meio  quele calhamaço de e-mails, lembrei-me imediatamente de regras simples para o envio de mensagens eletrônicas. Sobretudo aquelas relacionadas aos campos CC: e BCC:.

O campo CC: — que vem do inglês carbon copy e foi traduzido para o português como com cópia — deve ser usado no lugar do campo Para: (ou To:) quando as pessoas ali inseridas estão recebendo uma mensagem apenas em caráter informativo, ou seja, não precisam responder   mensagem.

Acontece que a mensagem que eu recebi não tinha caráter informativo, já que o remetente solicitava uma informação, e esperava respostas de todos os envolvidos. Nestes casos, usar o campo BCC:blind carbon copy, de cópia cega, que foi traduzido para o português como CCO:, ou com cópia oculta — cai como uma verdadeira luva.

Isso porquê ele é perfeito para incluir endereços de pessoas que não necessariamente se conhecem. Na verdade, perfeito para quando elas não precisam interagir entre si, o que era o caso nesta mensagem. Ao usar o campo BCC: o destinatário só tem como saber o endereço do remetente e o dele próprio e, justamente por isso, só pode responder ao próprio remetente. Assim, evita lotar a caixa de mensagens de outras pessoas com algo que não precisa mais da atenção delas.

Da próxima vez que você for enviar uma mensagem para muitas pessoas — ou responder uma, pense nisso. Muita gente vai te agradecer, eu garanto.

Escreva um comentário

Comentário