em Tecnologia

Uma alternativa ao “Mãos no volante”?

Mãos no Volante -- AndroidVi em mais de um telejornal hoje que o Ministério das Cidades e o Denatran lançaram há alguns dias um aplicativo gratuito para Android — e para alguns outros modelos de smartphone — chamado Mãos no Volante. A ideia do programa é muito simples: Você o acessa e o configura informando que vai passar um tempo dirigindo — e durante aquele tempo, seu aparelho fica impossibilitado de receber chamadas.

Além disso, logo depois de recusar uma chamada, o app também envia uma mensagem SMS para quem tenha tentado te ligar, com um texto padrão — “Estou dirigindo no momento. Ligo mais tarde.” — que também pode opcionalmente ser configurado. A iniciativa vem do fato de que, de acordo com estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), 1,3 milhão de pessoas morrem por ano em acidentes de trânsito, sendo o uso do celular a principal distração.

O movimento e a divulgação do aplicativo são interessantes, é verdade, mas me pergunto efetivamente quanto do número de acidentes provocados por falar ao celular será de fato reduzido pelo uso da ferramenta. Afinal de contas, elogios e mensagens positivas dos usuários que fizeram o download no Market   parte, creio que grande parte das pessoas continuará cometendo o erro de falar ao telefone ao volante, seja porquê não tem acesso   um smartphone, seja porquê mesmo com o aplicativo instalado no telefone, não lembrarão de configurá-lo, ou deixarão de fazê-lo com o tempo — estou só dizendo, é claro.

Mesmo que eu me prove estar errado ao longo do tempo — e eu juro, espero que esteja errado —, creio que medidas muito mais simples podem ser aplicadas para reduzir o número de mortes provocadas por bate papo ao celunar enquanto se dirige. A principal delas, honestamente, é criar o hábito de desligar o aparelho antes de começar   dirigir, e só voltar a ligá-lo quando chegar ao seu destino, uma alternativa que funciona sem que seja necessário dispender nem sequer o custo das mensagens SMS que o Mãos no Volante envia para seus contatos.

E se você não pode passar sem desligar o aparelho, tente o modo silencioso. Qualquer telefone que se preze — mesmo não sendo um smartphone — pode ser ajustado para este modo quando você for pegar o carro, e, ao chegar ao seu destino, basta procurar nos registros alguma ligação perdida, e retornar a chamada.

Em tempo, vejam o vídeo abaixo: Ele ilustra experimentos realizados na Alemanha com um carro que se autodirige. Será uma solução para o futuro, em que mesmo dentro de um carro, as pessoas estarão livres para falar ao celular?

(há uma versão em português de Portugal da notícia relacionada ao vídeo acima,também)

Escreva um comentário

Comentário