em Crônicas do Cotidiano

Cubeduel: “E te direi quem és”

Se você acha que conhece a opinião de seus colegas de trabalho a seu respeito mas tem coragem suficiente para colocar isso   prova, então pode ser que algumas rodadas de Cubeduel sejam exatamente o que você está procurando. O novo serviço, criado como passatempo por dois desenvolvedores de Seattle, entrou no ar esta semana e se tornou uma espécie de febre, alcançando mais de 240 mil usuários inscritos apenas em suas primeiras 36 horas de funcionamento.

A história é simples: Você entra no site e se conecta diretamente com seu perfil do LinkedIn. Em questão de poucos segundos, começam a ser apresentados os perfis de pessoas que trabalham — ou que já trabalharam — com você, em fichas resumidas que me fizeram lembrar — é sério — as cartas de Super Trunfo. Tudo o que você precisa fazer, a partir daí, é responder a uma simples pergunta: Com quem você preferiria trabalhar?

Após 20 respostas no melhor estilo Hot or Not — que são todas anônimas —, o site libera o acesso ao seu próprio perfil, para que você possa ver o que seus colegas pensam a seu respeito. Como são necessários pelo menos 4 votos para que o sistema gere estatísticas suficientes, pode ser que você precise enviar um link para votarem em você, para que só então você tenha as respostas que deseja.

O interessante da votação é que ela é completamente anônima. Assim sendo, por mais que eventualmente seja despertado o lado obscuro do ser humano, não é possível fazer comentários a seu respeito — só mesmo indicar se você é preferido pelas pessoas ou não. E há até o registro dos empregados mais bem colocados, ou seja, os melhores da empresa. Quem sabe, no fim das contas, pode ser divertido.

(Ah, sim… e se você por acaso já trabalhou, ou trabalha comigo, entre em contato que eu envio o meu perfil)

Escreva um comentário

Comentário