em Web

Para os órfãos do Dirpy, como eu

O que fazer quando um de seus sites favoritos morre?

The Last Dance

It is with great heaviness in our hearts that we have decided to discontinue Dirpy. Sadly, we lack the resources to continue improving and growing Dirpy in the manner you all deserve.

It was incredible and humbling to see Dirpy grow so much so quickly. Your kind words and feedback were inspiring, and we’re happy we were able to build something enjoyed so thoroughly by so many.

It was a blast, guys, it really was.

All the best,
Team D

Já faz algum tempo agora que os desenvolvedores do Dirpy, um dos muitos sites disponíveis para a conversão de vídeos do YouTube para áudio e vídeo, decretaram estar dançando sua última dança. Me ocorreu que há exatamente um ano atrás, citei aqui no blog três motivos que fizeram com que o serviço ganhasse o meu respeito e se destacasse frente a esta vastidão de competidores que até hoje existem.

E eis que como — a minha — resposta para a pergunta que inicia este texto seria “buscar uma alternativa, é claro“, foi isso exatamente o que resolvi fazer. Como 100 em cada 100 pessoas que procuram alternativas para alguma coisa de que gostam sempre se colocam a comparar recursosvide meu mais recente caso —, pensei que nada melhor do que usar o texto que eu mesmo escrevi no passado como referência, já que o negócio era encontrar alguém   altura do Dirpy. Os três motivos em questão, bem resumidamente, são:

  • (…) a possibilidade de aparar o arquivo de destino, reduzindo-o apenas   parte que são interessantes para o usuário.
  • (…) possibilidade de editar, antes da realização do download, as tags ID3 do futuro arquivo MP3.
  • (…) inclusão, no rodapé da página com as opções de edição do MP3, dos links para download das versões em vídeo do conteúdo do YouTube.

Senhoras e senhores, tenho o orgulho de declarar que este substituto, no caso, se chama ClipConverter.

Para início de conversa, o ClipConverter não trabalha exclusivamente com conteúdo do YouTube. Também é possível fazer conversões a partir do Google Video, Vimeo, MySpace e DailyMotion, isso para citar apenas alguns exemplos. Logo que você entra no site, pode colar a URL do vídeo que deseja converter, e o serviço tentará identificá-lo automaticamente. Também é possível fazer upload de algum arquivo que você já possua em seu computador, para que este passe pelo processo de conversão.

Uma vez detectada a mídia, o serviço apresenta a possibilidade de fazer o download do arquivo sem qualquer conversão, ou de convertê-lo para os formatos MP3, AAC, WMA, OGG, M4A, MP4, 3GP, AVI, MPG, WMV e FLV. Conforme se muda o formato de saída desejado, são apresentadas opções diversas — entre elas, configurações de volume e de clipping, que permite aparar o arquivo a ser gerado, e também de bitrate e edição de ID3 tags.

Concluídas as configurações, basta clicar em Start e aguardar. Uma vez concluídas as devidas rotinas de conversão, será apresentada uma nova página, em que o arquivo gerado estará disponível para download — neste aspecto, um bônus é a inclusão de um QR Code, que pode ser usado por usuários de celular que queiram ter acesso imediato   mídia em questão diretamente de seus aparelhos — já que uma das grandes utilidades do serviço é essa.

Escreva um comentário

Comentário