em Crônicas do Cotidiano

Apertos com a NET

Uma das piores coisas do mundo para alguém que acompanha seriados através da Torrent TV é se ver, de uma hora pra outra — e sem mais nem menos — sem a sua conexão com a rede mundial de computadores: No meu caso, embora eu não tenha ficado exatamente sem conexão, minhas taxas de download destes últimos 2 dias baixaram para a casa dos 0,5 kb/s, o que, na prática, dá no mesmo.

Incomodado com a queda brusca de serviço, hoje pela manhã, logo que cheguei ao trabalho, entrei em contato com a NET. Rapidamente direcionado para um especialista que poderia me ajudar com o problema técnico com a minha conexão, me vi, pra variar, frente a uma pessoa que me sugeriu o trivial — desligar o modem por alguns minutos e voltar a ligá-lo na sequência. O que se segue é o relato do que passei:

Atendente: — Farei uma monitoragem do seu computador — O que diabos é monitoragem? — O senhor pode reiniciar o computador? Preciso também que o senhor tente desligar e ligar o modem.

Eu: — Já tentei isso, e na verdade, algumas outras coisas também, como renovar o IP e reparar minha conexão de rede. Como não tive sucesso, liguei para que vocês possam mandar um técnico na minha casa, pois acho absurdo ficar sem conexão.

Atendente: — Sim, senhor, entendo. Mas preciso fazer a monitoragemsic. O senhor está na frente do seu computador?

Eu: — Na verdade, estou no trabalho agora. Não tenho como reiniciar a máquina. Você pode agendar uma visita técnica?

Atendente: — Senhor, lamento. Infelizmente, antes de poder prosseguir, preciso fazer a monitoragem. Sem que o senhor esteja na frente do seu computador não poderei ajudá-lo. O senhor pode ligar mais tarde quando estiver em casa?

Pasmem. Nunca ouvi falar dessa monitoragem (os olhos doem só de olhar pra essa grafia, imaginem ouvir a palavra), e agora, ainda assim, sou derrotado por ela? Me despedi da atendente, desliguei, e pensei comigo mesmo: Hora de usar o plano B para conseguir uma visita técnica: O fingimento. Eis como funciona.

Ligo de novo para a NET:

Atendente: (depois de repetir basicamente o mesmo discurso da monitoragem) — O senhor está na frente do computador?

Tecnicamente sim. Na frente do computador que eu uso no trabalho.

Eu: — Sim, estou.

Atendente: — O senhor está usando Windows XP? — ao que eu respondi que sim.

Ela então me mandou ir até Configurações e, em seguida, encontrar a minha conexão local dentro das conexões de rede. Perguntou se a conexão estava ativa (— sim), e depois me pediu para desativá-la e ativá-la novamente. Fui só respondendo trivialmente, sim, pois não, etc. Então ela me pediu para acessar algum site.

Eu: Qualquer um?

Atendente: — Sim, senhor. Para este teste, pode ser qualquer site.

Eu: — Entendi. Me dá um minuto. Hmmmm… vamos ver… (bato no teclado fingindo digitar). Pronto. Já estou tentando.

Atendente: — Senhor, o senhor conseguiu?

Eu: — Espera um minuto… tem alguma coisa aqui no rodapé… conectando… mas tá demorando muito… acho que não vai dar certo (pausa de alguns segundos). Falei? Aparece assim, ó: “A página não pode ser exibida”.

Atendente:“A página não pode ser exibida”. Senhor, neste caso, estaremos enviando um técnico   sua residência. Em um prazo máximo de duas horas alguém estará entrando em contato com o senhor.

Aleluia, irmão.

Ligo em casa para comunicar   patroa que alguém da NET ia entrar em contato com ela. Descubro, para minha infelicidade, durante a chamada, que a voz dela está cheia de interrupções: problemas com o NET Fone. Ligo de novo pra NET:

Eu: — Infelizmente, além do problema com a internet, agora meu telefone também está fora, é um NET Fone. Ao invés de ligar para o número XPTO vocês podem entrar em contato através do número do celular da minha esposa? É YPTO.

Atendente: — Claro senhor (solicita o número de novo, para confirmar, e anota o nome da minha esposa). Pedirei para que seja feito contato via celular. O prazo máximo é de duas horas.

Passadas mais de duas horas, como é de se esperar, ninguém ainda entrou em contato com a dona Patroa. Ligo para a NET. De novo. Explico a mesma história de que, além da minha internet, o NET Fone também está fora do ar, e que eu preciso que alguém ligue para o celular da minha esposa.

Eu: — O número do celular dela é YPTO.

Atendente: — Senhor, na verdade, referente a este protocolo, consta uma tentativa de contato sem sucesso, realizada hoje, no período da tarde.

Eu: — Mesmo? Para qual número?

Atendente: Para o número XPTO.

Há certos momentos que requerem que qualquer ser humano respire beeeeem fundo. Este era um dos momentos certos para seguir esta linha. Me preparo psicologicamente:

Eu: — Então… Quando liguei mais cedo, disse justamente que o número XPTO é o meu NET Fone, e que ele se encontra fora do ar. Você pode pedir, assim sendo, que alguém faça o favor de ligar pro celular da minha esposa? Ela está esperando.

Depois de (mais) uma promessa de que ligariam — e de mais um prazo de duas horas, claro —, ligaram pra minha esposa. Adivinhem o que o técnico pediu pra ela fazer? Sim! Desligar o modem, esperar 5 minutos e ligar de novo.

Como nada aconteceu, aí sim, o rapaz disse pra ela que mandaria alguém em minha casa. Amanhã. O único detalhe é que neste meio tempo, magicamente, tanto minha conexão com a Internet quanto meu NET Fone se normalizaram. É mole?

Nas palavras da minha esposa, enquanto desabafava com o último dos representantes da NET que nos contactou: Estou começando a achar que tenho saudades do Speedy. E da Telefônica. Será que estou certo?

Escreva um comentário

Comentário

  1. Já dei o golpe da mentira quando a central do speey se recusou a prestar assistência porque eu usava linux. Como uso WinXP no trabalho, foi fácil ir enganando o atendente na segunda ligação hehehe

  2. Cara, já passei poucas e boas com a NET – a qualidade do serviço realmente deixa a desejar. Uma dica, o reclameaqui.com.br funciona muito bem com eles. Fiz uma reclamação e logo em seguida resolveram o meu problema, fica a dica 🙂

Webmentions

  • Marcelo Neubert 08/10/2009

    RT @danielsantos: Acabo de postar no blog: Apertos com a NET http://bit.ly/3e6qUs // GVT FTW! =P

  • mneubert (Marcelo Neubert) 08/10/2009

    Twitter Comment


    RT @danielsantos: Acabo de postar no blog: Apertos com a NET [link to post] // GVT FTW! =P

    – Posted using Chat Catcher