O Mixero me conquistou!

MixeroLá pelos idos de fevereiro eu publiquei um post por aqui tecendo mil elogios ao TweetDeck, uma das inúmeras aplicações desenvolvidas em Adobe AIR que permitem que você gerencie e atualize as suas contas do Twitter. Na época, fiquei tão empolgado com a ferramenta que declarei em alto e bom tom que minha escolha anterior, o Twhirl, havia perdido a batalha para o pássaro negro.

Mas a vida não é exatamente justa 100% das vezes — e eu, como sempre vez por outra, sofro de severas instabilidades no que tange  s minhas aplicações favoritas. E de algumas semanas pra cá, após cruzar com um novo cliente para Twitter, o Mixero, pus em xeque todo o meu amor pelo TweetDeck, trocando-o completamente por este último.

Mas quais são, afinal de contas, as características do Mixero? Abaixo, tentarei resumir as principais, na minha opinião.

Interface

Devo confessar que o que me ganhou logo de cara foi a interface do Mixero. Ela é, de longe, a mais bonita que eu já vi dentre todos os clientes para Twitter que eu já experimentei. Assim sendo, se não houvesse qualquer característica nova na ferramenta em si — o que, claro, não é verdade —, talvez eu tivesse trocado de cliente só por este ponto.

A (bela) interface do Mixero

A (bela) interface do Mixero

Grupos

O Mixero te permite organizar os contatos em grupos — mas ei!!! — obviamente, este é um recurso presente na maioria dos clientes para Twitter que minimamente querem ser levados a sério — como o próprio TweetDeck. Isso porquê com centenas de contatos pessoais, sites e serviços para seguir via Twitter, ficaria difícil usar qualquer ferramenta que não me permitisse fazer isso.

Canais

Também de forma similar ao TweetDeck, o  Mixero permite criar listas baseadas em buscas criadas pelo usuário, quer sejam empregadas para sua construção #hashtags, palavras-chave ou nomes de usuário. A estas listas, foi dado o nome de canais, ou channels, e são elas que lhe permitirão acompanhar somente aquilo que interessa a você.

Filtros

É possível aplicar filtros   timeline de qualquer usuário, grupo ou canal, utilizando palavras-chave de sua escolha. Este é mais um dos recursos em que Mixero e TweetDeck se parecem, e, desta maneira, não é novidade alguma.

Active Lists

Exemplo de Active List

Exemplo de Active List

Para mim, um dos grandes diferenciais que favorecem o Mixero.

Quando você começa a usar a ferramenta, logo percebe que está com muitos grupos e canais criados, o que pode tornar complicado, dependendo do seu tempo livre, humor e paciência, acompanhar todo esse volume de informações de uma única vez.

É aí que entram as Active Lists. Você pode arrastar para um espaço pré-determinado do Mixero apenas aqueles usuários, canais ou grupos que interessam naquele instante. Apenas para ilustrar com um exemplo, quando estou esperando por novos episódios de meus seriados favoritos, eu posso preferir acompanhar apenas o twitter do site eztv.it e os updates dos meus gurus de seriados.

Enquanto uma active list estiver ativa, as atualizações de outros usuários serão processadas, mas naquele dado instante não serão visíveis até que eu desative as listas em que estiver focado.

Contextos

Para facilitar a vida do usuário que tem diversas active lists, é possível utilizar contextos, que nada mais são do que mecanismos que permitem nomear cada uma de suas active lists, para posteriormente tornar possível alternar a leitura entre elas com um simples clique de mouse.  Na figura acima, contextualizei minha active list como seriados. Assim, posso sempre tê-la   mão.

Encurtando URLs

É verdade que os bons clientes para Twitter oferecem pelo menos algum tipo de integração com URL shorteners. Mixero, no entanto, pode ser configurado para encurtar as URLs À medida em que você as digita legal!! Além disso, para os serviços aceitos pelo programa — como o bit.ly ou o is.gd, por exemplo —, é possível verificar qual é o endereço original passando o mouse por cima dos links gerados por você e por seus contatos.

Visualizando a URL original

Visualizando a URL original

Autocompletion

Autocompletion

Autocompletion

Uma outra coisa legal do Mixero é o recurso de autocompletion, que é imediatamente acionado — da forma mais transparente possível, sempre que você digita o @ em qualquer ponto da sua mensagem.

Uma vez que isso aconteça, uma lista dos seus contatos aparece diretamente acima — ou próximo — do texto, permitindo escolher os contatos desejados rapidamente.

Pré-visualização de mídia

O Mixero também permite que você visualize, dentro da própria interface do programa, imagens postadas via TwitPic e no Flickr. Da mesma forma, também é possível pré-visualizar frames de vídeos hospedados no Youtube.

Modo Avatar

Avatar ModeEmbora eu já tenha mencionado a interface do Mixero no começo deste artigo, não posso deixar de mencionar o modo avatar da ferramenta. Este modo permite que você continue a acompanhar as atualizações dos seus contatos mesmo quando você não está com a janela do programa maximizada.

Para tirar proveito deste recurso, basta que você inclua pessoas e grupos em sua active list, e clique no ícone do catavento — o logotipo do programa. Desta forma, apenas os avatares ficarão visíveis, no canto direito de sua tela, permitindo que você continue a trabalhar com outros aplicativos normalmente.

Neste caso, sempre que você receber alguma atualização, além de um alerta sonoro configurável, indicadores visuais lhe informarão quantas mensagens — ou atualizações de canais e grupos você ainda não leu.

Trending Topics

Um último ponto interessante é poder obter a lista de trending topics do Twitter diretamente através do Mixero. A janela em questão pode ser localizada abaixo da lista de canais criada pelo usuário.

A vantagem deste recurso é que, mais uma vez, com um único clique do mouse, você pode acessar todo o noise do momento na twittosfera.

Minha conclusão é que, mesmo que você já tenha pensado que o Mixero é igual ao TweetDeck, ao Seesmic, ou qualquer outra ferramenta de sua preferência, vale a pena dar uma olhada para sentir na pele. E, assim sendo, fica aqui a minha sugestão: experimente.

Há apenas um detalhe: A aplicação, embora possa ser livremente baixada e instalada, só pode ser acessada através de um invite code e, embora o mecanismo incentivado pelos desenvolvedores para obter um desses códigos seja seguir o @mixero, você pode facilmente fazer como eu fiz, depois de cansar de esperar: Buscar no Google.

Ay, Caramba! Marge Simpson gets nude for Playboy!

Marge... naked?!

Marge... naked?!

Sources confirm that the ambiguously aged, iconic cartoon TV mama will appear ââ?¬â? naked! ââ?¬â? on the November cover of Playboy magazine…

Hugh Hefner teased a while back on Twitter about a possible Marge-Playboy collaboration. We now can tell you that the Simpson matriarch will be featured in a three-page pictorial complete with an interview and a data sheet to mark TheSimpsons‘ 20th anniversary. [via]

E quem virá a seguir? Lois Griffin?

Apertos com a NET

Uma das piores coisas do mundo para alguém que acompanha seriados através da Torrent TV é se ver, de uma hora pra outra — e sem mais nem menos — sem a sua conexão com a rede mundial de computadores: No meu caso, embora eu não tenha ficado exatamente sem conexão, minhas taxas de download destes últimos 2 dias baixaram para a casa dos 0,5 kb/s, o que, na prática, dá no mesmo.

Incomodado com a queda brusca de serviço, hoje pela manhã, logo que cheguei ao trabalho, entrei em contato com a NET. Rapidamente direcionado para um especialista que poderia me ajudar com o problema técnico com a minha conexão, me vi, pra variar, frente a uma pessoa que me sugeriu o trivial — desligar o modem por alguns minutos e voltar a ligá-lo na sequência. O que se segue é o relato do que passei:

Atendente: — Farei uma monitoragem do seu computador — O que diabos é monitoragem? — O senhor pode reiniciar o computador? Preciso também que o senhor tente desligar e ligar o modem.

Eu: — Já tentei isso, e na verdade, algumas outras coisas também, como renovar o IP e reparar minha conexão de rede. Como não tive sucesso, liguei para que vocês possam mandar um técnico na minha casa, pois acho absurdo ficar sem conexão.

Atendente: — Sim, senhor, entendo. Mas preciso fazer a monitoragemsic. O senhor está na frente do seu computador?

Eu: — Na verdade, estou no trabalho agora. Não tenho como reiniciar a máquina. Você pode agendar uma visita técnica?

Atendente: — Senhor, lamento. Infelizmente, antes de poder prosseguir, preciso fazer a monitoragem. Sem que o senhor esteja na frente do seu computador não poderei ajudá-lo. O senhor pode ligar mais tarde quando estiver em casa?

Pasmem. Nunca ouvi falar dessa monitoragem (os olhos doem só de olhar pra essa grafia, imaginem ouvir a palavra), e agora, ainda assim, sou derrotado por ela? Me despedi da atendente, desliguei, e pensei comigo mesmo: Hora de usar o plano B para conseguir uma visita técnica: O fingimento. Eis como funciona.

Ligo de novo para a NET:

Atendente: (depois de repetir basicamente o mesmo discurso da monitoragem) — O senhor está na frente do computador?

Tecnicamente sim. Na frente do computador que eu uso no trabalho.

Eu: — Sim, estou.

Atendente: — O senhor está usando Windows XP? — ao que eu respondi que sim.

Ela então me mandou ir até Configurações e, em seguida, encontrar a minha conexão local dentro das conexões de rede. Perguntou se a conexão estava ativa (— sim), e depois me pediu para desativá-la e ativá-la novamente. Fui só respondendo trivialmente, sim, pois não, etc. Então ela me pediu para acessar algum site.

Eu: Qualquer um?

Atendente: — Sim, senhor. Para este teste, pode ser qualquer site.

Eu: — Entendi. Me dá um minuto. Hmmmm… vamos ver… (bato no teclado fingindo digitar). Pronto. Já estou tentando.

Atendente: — Senhor, o senhor conseguiu?

Eu: — Espera um minuto… tem alguma coisa aqui no rodapé… conectando… mas tá demorando muito… acho que não vai dar certo (pausa de alguns segundos). Falei? Aparece assim, ó: “A página não pode ser exibida”.

Atendente:“A página não pode ser exibida”. Senhor, neste caso, estaremos enviando um técnico   sua residência. Em um prazo máximo de duas horas alguém estará entrando em contato com o senhor.

Aleluia, irmão.

Ligo em casa para comunicar   patroa que alguém da NET ia entrar em contato com ela. Descubro, para minha infelicidade, durante a chamada, que a voz dela está cheia de interrupções: problemas com o NET Fone. Ligo de novo pra NET:

Eu: — Infelizmente, além do problema com a internet, agora meu telefone também está fora, é um NET Fone. Ao invés de ligar para o número XPTO vocês podem entrar em contato através do número do celular da minha esposa? É YPTO.

Atendente: — Claro senhor (solicita o número de novo, para confirmar, e anota o nome da minha esposa). Pedirei para que seja feito contato via celular. O prazo máximo é de duas horas.

Passadas mais de duas horas, como é de se esperar, ninguém ainda entrou em contato com a dona Patroa. Ligo para a NET. De novo. Explico a mesma história de que, além da minha internet, o NET Fone também está fora do ar, e que eu preciso que alguém ligue para o celular da minha esposa.

Eu: — O número do celular dela é YPTO.

Atendente: — Senhor, na verdade, referente a este protocolo, consta uma tentativa de contato sem sucesso, realizada hoje, no período da tarde.

Eu: — Mesmo? Para qual número?

Atendente: Para o número XPTO.

Há certos momentos que requerem que qualquer ser humano respire beeeeem fundo. Este era um dos momentos certos para seguir esta linha. Me preparo psicologicamente:

Eu: — Então… Quando liguei mais cedo, disse justamente que o número XPTO é o meu NET Fone, e que ele se encontra fora do ar. Você pode pedir, assim sendo, que alguém faça o favor de ligar pro celular da minha esposa? Ela está esperando.

Depois de (mais) uma promessa de que ligariam — e de mais um prazo de duas horas, claro —, ligaram pra minha esposa. Adivinhem o que o técnico pediu pra ela fazer? Sim! Desligar o modem, esperar 5 minutos e ligar de novo.

Como nada aconteceu, aí sim, o rapaz disse pra ela que mandaria alguém em minha casa. Amanhã. O único detalhe é que neste meio tempo, magicamente, tanto minha conexão com a Internet quanto meu NET Fone se normalizaram. É mole?

Nas palavras da minha esposa, enquanto desabafava com o último dos representantes da NET que nos contactou: Estou começando a achar que tenho saudades do Speedy. E da Telefônica. Será que estou certo?