Eternally stuck in beta version

Combatendo vírus na nuvem

A PandaLabs anunciou esta semana, segundo nota divulgada pela PCMagazine, a disponibilização de um anti-vírus gratuito, e que consome poucos recursos.

Já que consumir poucos recursos é a promessa de 9 entre cada 10 anti-vírus disponíveis atualmente no mercado, não foi exatamente isso o que me chamou a atenção, mas sim o mecanismo que eles alegam que torna a solução leve: O Panda Cloud Antivirus, como o próprio nome delata, é uma ferramenta que emprega tecnologia de cloud computing.

Imagine ter   sua disposição uma comunidade global de mais de 10 milhões de usuários que façam por conta própria — e automaticamente — o trabalho de identificar e classificar novas ameaças, como malwares e spywares, tudo em tempo real. Assim é a cloud computing, ou computação nas nuvens, ao pé da letra. A nuvem, neste caso, é uma referência   Internet, justamente onde ficam localizados todos os recursos que trabalharão em prol de cada usuário.

Fazendo com que o processamento seja realizado na nuvem, ao invés de no computador da minha ou da sua casa, o Cloud Antivirus deixa de consumir maiores recursos. Além disso, a nova ferramenta posterga ao máximo a análise de cada item suspeito. Na prática, isso quer dizer que o item não será verificado durante a cópia ou um download, mas sim, somente a partir do momento em que tentar executar alguma coisa suspeita, quando será devidamente bloqueado.

Uma coisa é certa: Ao longo dos anos eu já perdi a conta de quantas vezes cruzei com discussões do tipo “qual é o melhor anti-vírus da paróquia“. Não foram poucas, isso é verdade, assim como também é verdade o fato de que, na grande maioria das vezes, as reclamações das pessoas fatalmente estavam em consumo de recursos e lentidão dos programas.

Como esta questão de lentidão também é uma reclamação pessoal, nada melhor do que testar a solução oferecida pela Panda, e assim comprovar por conta própria se a ferramenta é tudo isso mesmo que diz ser. Aguardem. Fui em frente, baixei o programa e o pus   prova. A seguir, conforme prometi, as minhas impressões e comentários.

Antes de qualquer coisa, assim como já atestei nos comentários deste artigo, gostaria de deixar bem claro que o meu anti-vírus atual é o NOD32. E não por qualquer motivo, já que sempre reclamei absurdamente do consumo de memória e recursos de alguns programas deste tipo. O NOD32 é o anti-vírus mais leve que eu já experimentei em toda a minha vida. Mas, honestamente, quis ir em frente com os testes com o Panda Cloud Antivirus, principalmente por querer saber como seria a tecnologia cloud computing na questão velocidade e recursos.

Eu não entendo como podem existir arquivos de instalação tão enormes nos últimos tempos: De qualquer maneira, mesmo que o do Panda tenha quase 20Mb, ainda assim é menor do que o instalador do NOD32, que tem praticamente 33% a mais de tamanho (cerca de 30Mb). Será que, ainda que   primeira vista, um tamanho menor de instalador poderia significar algo em termos de melhor desempenho? Bem, após a instalação, fui fazer a prova.

Interface principal do CloudAV

A interface do Panda Cloud Antivirus é realmente muito simples. A imagem acima ilustra exatamente o primeiro contato do usuário com ela, que apresenta uma mensagem informando não haver problemas de segurança.  Na região superior da janela existe um botão (a engrenagem) que dá acesso   janela de configurações. Ao seu lado existem botões para iniciar a varredura de seu computador (lupa), além de um concentrador de estatísticas. Obviamente, a primeira coisa que procurei fazer foi iniciar uma varredura.

Confesso que me desesperei. Minha sensação, se é que posso colocá-la desta maneira, foi provavelmente a mesma de uma criança que em seu aniversário espera ganhar um brinquedo de presente, mas recebe roupas. Ou seja, logo de cara o quesito velocidade foi, sendo bem direto, decepcionante. Levei quase 1 hora e 45 minutos para concluir um processo de busca por vírus e malware.

Consumo de memória do CloudAV

Infelizmente,  além da questão da demora, havia também um obstáculo a mais: O consumo de memória. A utilização do meu computador ficou totalmente prejudicada enquanto ela esteve em andamento, de tal maneira que ele pareceu congelar. Isso, é claro, porquê combinados, os dois processos do Panda consumiram, em média, mais de 80% de minha CPU.

Minha conclusão? A instalação do Panda Cloud Antivirus foi uma das que menos tempo durou no meu computador. Quis testar o cloud computing, porém um simples processo de varredura — que deveria ser leve e rápido — me desanimou completamente. É verdade que baixei um programa em versão beta. É verdade que no futuro isso pode vir a melhorar. No entanto, entendo o porquê da máxima “a primeira impressão é a que fica“. Panda Cloud Antivirus por aqui, nunca mais.


Reader Comments

  1. Tenho comigo que os antivírus mais leves do mercado são Avira AntiVir (só a versão grátis) e Norton AntiVirus 2009. Dizem que o NOD32 também é, mas como nunca testei, não posso garantir.

    Esperamos ansiosos a análise do Panda Cloud Antivirus 🙂 .

    []’s!

  2. @Ghedin: Cara, eu uso aqui em casa o NOD32, e ele é um anti-vírus fantástico. Na verdade, ele é o mais rápido e o menos consumidor de recursos que eu já vi até hoje.

    No entanto, baixei o Cloud AV, e estou esperando o final de semana para fazer uns testes, tendo em mente justamente o NOD… quero ver no que vai dar. E pode deixar que eu atualizo o post, hehehe.

    Abração!

  3. Olá,

    Se você tivesse pesquisado um pouco, iria encontrar no FAQ (http://blog.cloudantivirus.com/) do antivirus o seguinte:

    After installing Cloud Antivirus I scanned my PC and it took a really long time. What’s up?

    If you run an on-demand scan of your entire system right after installing Cloud Antivirus you will experience this slowness because both the initial Background Scan and the on-demand scan are running simultaneously. Panda Cloud Antivirus runs a Background Scan after installation. During this Background Scan Cloud Antivirus does a review of the entire PC by scanning it and by filling up its goodware cache (checking known good files against the cloud) in order to optimize future scans. Simply allow Cloud Antivirus to finish its Background Scan before launching a full system scan. If you are experiencing problems after that, please export your Windows Event Log for Cloud Antivirus (My PC, Manage, Event Viewer, Nano, right-click & Save as) and send it to us at beta@pandasecurity.com.

    Resumindo, o panda iniciou um scan em background automagicamente após a instalação e você iniciou outro manualmente, por isso o consumo excessivo de memória e a lentidão.

    Eu instalei em meu pc e esqueci, depois de algum tempo ele mostro um relatório que havia removido alguns cookies, sem usar muita cpu nem memória.

  4. Faço a minha as palavras do Fabio… realmente quando comecei a ler o post, confesso que fiquei um pouco chateado.. pois realmente se tivesse ido atras e fundamentar o seu relato iria ver que nao se trata de um problema e sim de uma configuração (se é que assim posso chama-lo) do AV… enfim apenas seria interessante fundamentar e editar o post para que os usuarios nao vejam o panda cloud av como uma má ferramenta, que sem duvida estaria denegrindo esse software…
    Abraçoss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *