em Couch potato

A greve acabou: Muito prejuízo, mas House vai voltar!

strike-type2.jpgCom a falta de tempo total para postar novos artigos por aqui — e, na verdade, sequer para sentar na frente do computador — acabei não me atentando   divulgação de uma notícia maravilhosa: A greve dos roteiristas americanos acabou no último dia 12 de fevereiro!

Uma nota do jornal The Economist mostra o quanto estes profissionais deixaram de ganhar durante o tempo em que ficaram parados: A bagatela de US$ 260 milhões, sem contar o quanto deixaram de faturar outros profissionais do ramo, US$ 440 milhões.

Mas é claro que quem mais perdeu foram as emissoras. Os três meses de greve reduziram a audiência média em 21% e os prejuízos foram da ordem de US$ 733 milhões, considerados aí custos perdidos com produção de filmes e seriados. Setores indiretamente relacionados, como os de alimentação e aluguel de limosines perderam ainda mais, amargando US$ 1.3 bilhões.

E de onde veio a greve? Bem, começou porquê havia um descontentamento da categoria em não ter participação na venda e veiculação dos programas produzidos pelos estúdios via Internet, o que agora mudou, já que 2% da margem bruta obtida desta maneira será por direito dos roteiristas.

Notaram o poder de fogo dos roteiristas? Eles praticamente param toda a engrenagem. Com o sucesso que a internet deve se tornar no streaming de filmes, mesmo com a competição dos torrents da vida, me dá até vontade de me tornar um profissional destes. 🙂

O importante é que na prática o fim da greve significa que se, ao contrário deste que vos escreve, os roteiristas não sofrerem um bloqueio de escritor, a produção e gravação de novos episódios de todas as nossas séries favoritas logo logo estará normalizada. Entre as séries, a melhor de todas, House MD, deve ter de imediato mais quatro episódios gravados e a serem exibidos entre abril e maio próximos. A partir daí, tudo deve voltar ao normal, e não apenas a TV americana e o Universal Channel poderão finalmente parar com as reprises.

Escreva um comentário

Comentário

  1. Poiseh, Universal Channel é o único canal com boas séries que eu tenho. Muito bom termos capítulos inéditos do House e das outras séries do canal, que não tenho acompanhado, mas gosto. Só não suporto Heroes! Abraço.

  2. Thiago » Muito bom mesmo os capítulos voltarem a ser inéditos, não é mesmo?

    Concordo com você porquê também acho algumas das séries do Universal Channel as melhores da paróquia, embora não acompanhe todas com freqüência. No entanto, preciso discordar completamente com relação a Heroes. As duas estão empatadas em primeiro lugar na minha lista de favoritos!

    Abração!

  3. Acho que heroes tem o péssimo habito de ter finais de temporada horríveis, mas gosto muito da série. Mas, atualmente estou assistindo muito Dexter, Supernatural e Boston Legal. Fico muito feliz com o fim da greve dos roteiristas. Que a diversão comece novamente.