Eternally stuck in beta version

Trojan põe o Adsense em risco!

O Google Adsense — sistema que permite que qualquer webmaster inclua em seu próprio site anúncios pelos quais recebe comissões se forem clicados pelos internautas — é o mais recente favorito dos golpistas virtuais, segundo informou a empresa de segurança BitDefender esta semana.

A praga Trojan.Qhost.WU, descoberta há apenas dois dias, é capaz de alterar as configurações dos anúncios exibidos nos sites, redirecionando os cliques dos desavisados visitantes de qualquer site para servidores piratas: Estes servidores, embora ainda não tenha sido comprovado, possivelmente contêm softwares maliciosos, os chamados “cavalos-de-tróia”, que podem causar desde a desconfiguração de um computador até o roubo de informações sigilosas, como senhas bancárias e de sistemas.

Embora o Google tenha divulgado comunicado afirmando já ter cancelado diversas contas de usuários que exibem anúncios mal-intencionados, este processo não seria suficiente, pelo menos de acordo com o ponto de vista de Nishad Herath, pesquisador sênior da McAfee AvertLabs, que acredita que a empresa esteja de mãos atadas para combater a praga em sites de terceiros. Seu argumento se baseia no fato de que estas pragas se instalam em cada máquina individual, e o controle nesta situação se torna praticamente inviável.

Isto deixa o combate nas mãos de pessoas como você ou eu — apesar de, neste exato momento, ao menos, eu haver desabilitado a exibição de Adsense no meu próprio site. De qualquer forma, as recomendações da própria BitDefender determinam que os arquivos infectados devem ser removidos, e que, nas máquinas dos usuários, o arquivo hosts — localizado no caminho %WINDIR%\System32\drivers\etc — seja verificado para que a linha contendo a entrada pagead2.googlesyndication.com seja removida. Por hora, é o que podemos fazer.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *