Novidades na VocêTV!

Conforme uma série de boatos que correram pela Internet afora durante esta semana, a Telefônica promoveu, a partir desta sexta-feira, mais uma atualização do software utilizado pelos decodificadores da marca Echostar de seu serviço de TV por assinatura VocêTV. A atualização — terceira para o aparelho desde que me tornei assinante em janeiro último — faz com que o programa chegue   versão 102P.

vido por descobrir se mais uma parte dos boatos poderia ser verdadeira, fiquei muito feliz ao saber que uma das minhas grandes ansiedades com relação ao serviço foi finalmente satisfeita: Enquanto muitos assinantes pedem novos canais recorrentemente, aquilo que mais me fazia falta ao lembrar dos equipamentos utilizados pela antiga DirecTV e pela Sky — um recurso que pudesse me avisar sobre o início de programas — finalmente foi implantado. Trata-se do lembrete de programação.

VocêTV Echostar 1.3 102P 2

Lista de lembretes configurados

cone de programa agendado para lembrete

Na prática, a mudança ocorreu no guia de programação do decodificador prata, que agora conta com um item denominado Opções, que pode ser diretamente acessado através do pressionamento do botão amarelo do controle remoto Echostar. Conforme procuro ilustrar acima, há basicamente duas opções, sendo uma para a definição de lembretes e a outra para consulta aos lembretes já configurados.

É importante, para aqueles que não o conhecem, que definamos o recurso de lembrete: Imagine que você está assistindo a um programa e são 17h30. Durante os comerciais, vasculhando o guia de programação, você descobre que um filme, documentário ou evento esportivo de seu interesse irá começar  s 21h. Com a nova função atualizada pelo software é possível que o programa seja automaticamente sintonizado no horário correto.

VocêTV Echostar 1.3 102P 8

É importante citar não apenas o novo lembrete de programação da VocêTV, mas justamente outra novidade que, oportunamente, torna esta facilidade mais produtiva: Com a versão 102P do software do decodificador Echostar, é possível consultar a programação futura. Os boatos, mais uma vez, davam conta de que poderia-se avançar 24 horas adiante e agendar o que se bem entendesse.

Neste caso, descobri que a coisa é um pouco melhor do que se poderia esperar. Afinal de contas, uma função de calendário, antes inexistente no guia de programação foi agora adicionada, podendo ser ativada através do botão branco do controle remoto. Com este calendário é possível selecionar-se uma data futura e ter acesso   programação daquela data específica. Fiz alguns testes neste sentido, sendo que aqui ilustro não apenas o calendário em si, mas também a programação de 02 de abril, 3 dias no futuro na data deste artigo.

VocêTV Echostar 1.3 102P 7

VocêTV Echostar 1.3 102P 6

No mais, é importante dizer — para não acharmos que tudo são flores — que alguns problemas da VocêTV, pelo menos com relação a este equipamento que possuo, ainda permanecem. São eles:

  • A sincronia de legendas de alguns dos 10 canais do pacote HBO Max Digital ainda não funciona perfeitamente. Há atraso nos textos enviados pelo satélite e isso ainda prejudica assistir a alguns filmes, tarefa para a qual, desta maneira, é necessária uma dose extra de paciência por enquanto;
  • A velocidade de acesso ao guia de programação e a algumas funções ainda deixa muito a desejar, embora deva admitir que parece ter havido o que posso classificar como ligeira melhora com a nova versão do software;
  • Alguns canais estão indisponíveis no momento em que estou finalizando este artigo: Entre eles Eurochannel, TCM e HBO Plus. Pode ser algum tipo de problema temporário, entretanto. No passado alguns outros canais enfrentaram esta mesma questão.

Como comentário final, insisto em uma velha história que venho usando muito freq¼entemente após ter-me tornado assinante VocêTV e receber questionamentos sobre a qualidade do serviço quase diariamente: Na época em que a TIM se instalou em minha região, seus celulares tinham recepção precária. Com o passar do tempo isso mudou e hoje o serviço, ao menos na minha opinião é excelente. Não estou defendendo a TIM como a melhor, e sim, mostrando que, com paciência com relação aos novos serviços, só temos a ganhar. E esperemos pelas próximas novidades, enfim.

Ah, o álbum com imagens da interface do decodificador Echostar tem agora novas imagens bem interessantes desta atualização, antes que eu me esqueça. Vale a pena conferir.

Dizendo os nomes de todo mundo!

Oi gente!!!

Eu já contei pra vocês que ultimamente eu tenho falado bastante? Mamãe e papai dizem que isso é porquê eu estou crescendo e,   medida que cresço, fico ainda mais esperto do que eu já sou!! Legal, não é mesmo?

Entre as muitas coisas que eu tenho falado, os nomes de várias pessoas que são especiais na minha vida — e por quem eu tenho muito carinho — chamaram bastante a atenção da mamãe, que começou a me pedir pra repeti-los… Acontece que eu fico sempre muito envergonhado de fazer isso 😉

Quer dizer, ficava, né? Isso porquê eu acabei sendo flagrado por ela e pelo papai em um momento em que eu estava ao mesmo tempo distraído e inspirado. O resultado foram esses dois videozinhos que eu vou mostrar pra vocês agora, que eu tenho certeza que vão deixar muita gente por aí babando, babando

[coolplayer width=”480″ height=”380″ autoplay=”0″ loop=”0″ charset=”utf-8″ download=”0″ mediatype=””] Dizendo os nomes de todo mundo (1)
Dizendo os nomes de todo mundo (2)
[/coolplayer]

Novo Mandriva Linux vem aí…

Sejamos francos. Duvido que qualquer pessoa — mesmo aquelas que não morrem de amores pelo Linux — não admire um belo desktop de qualquer distribuição do sistema operacional do ping¼im. É uma experiência apaixonante. Depois de colocar meus olhos em alguns screenshots da nova versão Spring RC1 do Mandriva Linux que encontrei através do Download Squad, então, fiquei me sentindo exatamente assim, apaixonado.

De verdade, mesmo sendo usuário convicto do Ubuntu Linux, não houve como não ficar muito bem impressionado: Pra mim, o sistema está cada vez melhor em termos de interface e facilidade de uso. Aliás, aqueles que ainda têm medo de sistemas Linux ficarão felizes em saber que, ao menos na minha humilde opinião, a recém-incluída versão 3.5.6 do KDE — também substituível por um GNOME, é claro — contribui ainda mais para tornar as coisas muito próximas do ambiente Windows.

Para mim, a prova incontestável de que o Mandriva é um sistema totalmente descomplicado para usuários iniciantes reside no fato de eu mesmo ter tido a oportunidade, ano passado, de testemunhar como uma família inteira, tendo comprado seu primeiro computador Penguin Powered, se adaptou prontamente   utilização do sistema operacional embutido. “— Que fácil de usar, sempre achei que fosse mais complicado…”, foi um comentário muito comum que ouvi na época.

Mandriva Spring RC1 Welcome ScreenA nova versão do Mandriva, com previsão de lançamento para o próximo mês de abril, traz em seu pacote de melhorias a atualização do Firefox — que chega   sua versão 2.0.0.2 nesta distro — e do OpenOffice, que alcança sua versão 2.1. Além disso, como se espera de qualquer distribuição Linux, há uma infinidade de programas open source capazes de realizar as tarefas de qualquer sistema pago com os pés nas costas.

Um dos diferenciais do sistema Mandriva é que, além das versões gratuítas, há algumas versões pagas — Discovery e PowerPack — com preços variando entre 44 e 199 euros. A principal diferença entre as versões grátis e as pagas reside na existência, para as versões pagas, de mais CDs com aplicativos, manuais de usuário e de referência impressos e na inclusão, dentre os componentes do sistema, de plugins comerciais e drivers proprietários cujas licenças são pagas. Desta forma, é possível reproduzir DVDs e uma série de outros padrões e formatos de mídia out of the box, ao mesmo tempo em que instalar placas de hardware se torna o mais próximo possível de uma experiência plug and play, não sendo preciso nenhum esforço na realização de grandes configurações. Acreditem ou não, muita gente prefere pagar pelo Linux pra ter algo ainda mais completo e funcional.

 

mandriva-2007-gnome.jpg

O fato é que, agora, enquanto escrevo este post, sinto minhas mãos coçando pra colocar as mãos no novo  Mandriva. Não garanto que vá instalá-lo para utilizações futuras — embora seja possível fazê-lo com apenas um clique do mouse, se isso for minha decisão — mas preciso ser sincero ao dizer que, pelo menos, um live CD estará em execução na minha máquina nos próximos dias. E eu voltarei a tocar no assunto, é claro.

Os Três Patetas

É muito pouco provável que Harry Moses Horwitz, seu irmão Samuel Horwitz e seu amigo Louis Feinberg despertem qualquer tipo de memória em alguém ao terem seus nomes pronunciados desta maneira. No entanto, basta que eu mencione seus patéticos alteregos Moe, Curly e Larry para que qualquer um se lembre imediatamente de um dos trios cômicos mais famosos de todos os tempos.

The Three Stooges

Esta semana, trocando de canais enquanto assistia televisão, tive a oportunidade de assistir, na HBO, ao filme The Three Stooges (2000), de produção executiva de Mel Gibson, uma verdadeira biografia de Os Três Patetas. O filme, que considerei excelente e emocionante, faz um relato de toda a trajetória de sucesso dos comediantes através dos olhos de Moe Howard — o cérebro do trio — no final dos anos 50, época em que sua carreira está aparentemente acabada e na qual ele se vê sem receber um mísero centavo pela exibição de seus curtas.

Moe é procurado por um jovem executivo de TV que está tentando convencê-lo de voltar   ativa em apresentações ao vivo. A partir daí, suas lembranças nos propiciam um verdadeiro flashback, que remonta   época em que a carreira dos patetas começou, com apresentações em shows de variedades nos teatros da década de 20. O trio, que atuava  s sombras de Ted Healy, acabou por ganhar luz própria e se tornou o sucesso que jovens e adultos conhecem e adoram.

O que mais me chamou a atenção no filme foi o fato de que, apesar das excelentes recriações das performances cômicas dos patetas inseridas durante o longa metragem, a história se concentra em mostrar ao público um lado pouco conhecido do trio. Pode-se dizer que eles realmente tiveram que comer o pão que o diabo amassou antes de poderem alcançar o sucesso. Pouco valorizados e explorados pelos executivos de Hollywood, estes três realmente mostraram que eram verdadeiros comediantes, continuando a atuar em prol da nobre missão de poder levar diversão ao público.

Sempre que penso nos Três Patetas — cujos filmes ainda fazem parte eventual da programação do Warner Channel e fixa do canal TCM, para minha felicidade — lembro-me de outros representantes da chamada comédia slapstick, aquela em que se produz o humor através de contato e violência fisíca exagerados, por vezes simulados: Os Trapalhões. Assim como no caso dos Três Patetas, a vida pessoal de Renato Aragão, Dedé Santana, Mussum e Zacarias foi permeada por diversos conflitos pessoais. Ambos os grupos também sofreram baixas: Enquanto o quarteto brasileiro foi encolhendo até seus dois últimos integrantes hoje vivos se separarem, os patetas ainda chegaram a perder dois dos irmãos Horwitz (ou Howard, seu nome artístico) antes de chegarem   formação final com Joe DeRita, que perdurou até 1975, ano em que tanto Larry quanto Moe morreram vítimas de infarto.

Se não por qualquer outra razão, assistir ao filme The Three Stooges é uma das poucas maneiras que vejo, atualmente, de entrar em contato com um tipo de humor que é cada vez mais raro de se ver no cinema ou televisão: Aquele em que o comediante diverte a seu público por mero prazer, procurando despertar as risadas mais inocentes. Se você puder, não perca!

VocêTV testando pay-per-view

ppv_vocetv.jpgEmbora as notícias relativas a VocêTV continuem extremamente raras de se encontrar, é fato consumado que em fóruns de discussão pela Internet afora uma das principais dúvidas dos seus assinantes diz respeito   inclusão, no serviço, de conteúdo em pay-per-view.

A DTHI não se pronuncia a respeito e nem tampouco a Telefônica, parceira da empresa no negócio de televisão por assinatura que, diga-se de passagem, conseguiu, esta semana, uma licença própria para a exploração deste mercado em todo o território nacional.

Eis que, navegando pelas opções de meu decoder esta semana, me deparo com algo que ainda não tinha reparado. No canal da Playboy — que se encontra disponível no satélite Amazonas apenas para as versões hermanas da Telefônica TV Digital, no Chile e Peru — uma mensagem exibia o seguinte texto:

Comprar filmes de PPV neste chamado de canal 0800 77 15 215

A mensagem, que exibe o número de telefone do suporte da VocêTV, é ainda acompanhada de um valor monetário na tarja de informações — $1900 — e só pode significar a realização de testes para inclusão de pay-per-view em um futuro próximo no serviço: Ou seja, acho já se tratar de motivo suficiente para que aqueles que tanto desejavam o recurso comecem a comemorar…