Doppelganger

Você já teve a sensação de encontrar uma pessoa — amiga sua, ou apenas conhecida — que tivesse um bichinho de estimação cujas características lembrassem em muito as características de seus donos? Essa sempre foi uma velha brincadeira, que eu já vi muitas pessoas fazendo. E não passa de brincadeira. Quer dizer, ao menos, não passava. É que um grupo de cientistas americanos obteve embasamento científico para esse tipo de fato. Através de uma pesquisa descobriram que as pessoas realmente tendem a escolher bichinhos parecidos com si mesmos.

De acordo com Nicholas Christenfeld, chefe da pesquisa, as pessoas tendem a escolher animais que — ainda que em níveis pequenos — lembrem sua aparência. Para provar, 45 donos de cães foram fotografados com seus respectivos animais, e as fotos foram submetidas a 28 estudantes, para que relacionassem cachorro e dono. Entre 25 cães puro-sangue, o acerto chegou a 16 pares. Para os demais pares, uma curiosidade: É mais difícil associar cachorros a seus donos se eles não forem puro-sangue. Mas agora, pelo menos, sei que a sensação de que um bichinho se parece com alguém que eu conheça tem fundamento… 🙂

em Etc | 201 Palavras

Insalubre?

Vi no Ananova a impressionante história de Bernd Naveke, ex-mestre cervejeiro que trabalhava para a Brahma como degustador, e que tinha, em sua rotina de trabalho, obrigações como tomar diariamente até 8 litros de cerveja: O resultado de tudo isso é que ele saía do trabalho e chegava em casa — todos os dias — completamente bêbado.

A nota do Ananova dá conta de que o homem teve que se aposentar por invalidez. Foram 22 anos realizando o mesmo tipo de trabalho. Mas agora tudo mudou: Bernd ganhou da Ambev uma indenização milionária, e estará recebendo da cervejaria a incrível quantia de R$ 6 milhões, sem direito a apelação. A Ambev nada comentou…

em Etc | 118 Palavras

Scam dos Infernos

Se eu disser o nome de novo — scam –, você pode acabar não ligando o fato a seu significado verdadeiro. Mas não se preocupe: Basta que você saiba que scam é nada mais, nada menos, do que um meio de roubar informações preciosas — como senhas de banco, entre outras coisas — dos usuários incautos que navegam pela Internet e que, sobretudo, acessam suas inocentes mensagens de e-mail.

Desde coleções da revista Veja até mensagens importantes, que visam zelar pela segurança do usuário usando em vão nomes de grandes bancos como o Bradesco ou o BB, os scams são mensagens muitas vezes criativas e que enganam, facilmente, grande porcentagem dos que as recebem. Muitas pessoas nem percebem e, quando se dão conta, digitaram dados pessoais importantes e sigilosos em mensagens vindas para seus inboxes.

E os scammers não são apenas membros de quadrilhas especializadas: Eles também tentam se apoderar de dados mais simples — porém não menos sigilosos — como senhas de ICQ. Esta é a motivação do meu post. Vejam só que interessante mensagem eu recebi há pouco, entitulada Important Notice about keeping your ICQ account active:

Dear ICQ user: The ICQ Inc. is refreshing its databases to delete the inactive accounts. Please fill in your ICQ# and your Password and then submit this form by clicking the Send button. This is everything that you have to do to keep your account active. Don’t reply to this mail. After your submission you will be forwarded to our homepage and will be able to read the latest news about ICQ Inc. Unless you confirm us that you are using your ICQ legally by filling the empty spaces, you won’t be able to use your ICQ account after our refreshing is over. With best regards ICQ Inc.

Obviamente, logo abaixo desta prestimosa mensagem, encontrava-se um formulário onde eu — supostamente — deveria digitar meu UIN e senha do ICQ. E é claaaaaro que eu não fiz isso. Fui imediatamente até aqui só para tornar ainda mais certa minha desconfiança: No site oficial do programa está o grande evidenciador do scam: Important: Keep you password safe. The ICQ staff will NEVER ask for your password, so don’t tell it to anyone!. Não foi desta vez que entreguei minha senha de bandeja 😡

em Etc | 398 Palavras

Re-Pet?!?

O que diria Arnold Schwarzenegger se soubesse que a história vivida por seu personagem Adam Gibson na trama de ficção científica O Sexto Dia está se tornando realidade, ainda que em parte? É que na trama uma empresa de clonagem, a Re-Pet, faz propagandas em todas as mídias possíveis, afirmando poder trazer à vida um clone dos bichinhos de estimação de quem estiver interessado em pagar.

A ficção e a realidade se misturaram. Ao menos é o que parece, visto que a Genetic Savings and Clone, empresa localizada nas proximidades de San Francisco, nos EUA, estaria cobrando US$ 50 mil por uma cópia de qualquer bichinho de estimação :shock:. A técnica da empresa consiste em retirar do animal, enquanto vivo, ou logo após sua morte, seu DNA, a partir de células do estômago.

Os cientistas são os primeiros a ficarem com os cabelos em pé. Além de duvidarem dos propósitos éticos da tal empresa, advertiram publicamente que as chances de sucesso em clonagens com animais têm sido historicamente baixas. Citam inclusive o caso da ovelha Dolly, em que foram necessárias 27o tentativas até que se chegasse à um clone, em 1996. De qualquer forma, é mais uma polêmica sendo lançada à mesa: Será que a moda pega? E — eventualmente, se pegar — você daria US$ 50 mil por uma cópia de um animalzinho?

em Etc | 239 Palavras

De Volta a Demo

No melhor estilo das inúmeras travas — muitas vezes contornáveis — que tentam inibir o ripping de arquivos MP3 à partir de CD’s originais, é a vez dos jogos de computador contarem com um sistema do gênero: Desenvolvido pela Trymedia, o ActiveMark clama ser capaz de transformar novamente em demos jogos em versão completa, caso estes venham a ser instalados em outro computador que não o originalmente escolhido por quem os comprou.

Tudo é baseado em um sistema on-line — alternativamente, via telefone –, onde o comprador registra seu jogo para que este seja utilizado com uma determinada configuração de computador específica. Se for feita nova instalação, o jogo se torna uma demonstração, com uma série de limitações que as versões completas não possuem. Caso seja feito algum upgrade, quem comprar o jogo terá que entrar em contato com a empresa distribuidora, solicitando um novo registro.

Cá pra nós, não acredito que tal sistema venha a dar certo. Tudo bem que ele tenha sido idealizado para inibir a pirataria. Se eu empresto um jogo a um amigo, ele se torna uma demo novamente, e faz com que nenhuma lei seja quebrada. Mas certos amigos que eu tenho trocam de configuração em seus computadores tanto quanto outros trocam de roupa. Não estou certo que eles tenham paciência para solicitar registros novos todo o tempo. Finalmente, vejam o que acontece no caso das proteções anti-cópia para MP3. Todas as que foram anunciadas como solução final, não o foram: Continua-se copiando conteúdo de CD’s inteiros a esmo, a nível mundial. Com a genialidade de experts, hackers e afins, é provável até mesmo que o tal ActiveMark esteja morto antes de nascer… Quem sabe?

em Etc | 302 Palavras

Momento Flashback

Playmobil continua atual ao completar 30 anos

O trio índio-operário-cavaleiro fez sua estréia na feira de brinquedos de Nuremberg, em 1974 e, enquanto os empresários mostravam pouco interesse, pais e filhos se interessavam pelos personagens de plástico com sete centímetros de altura.

PlaymobilEu não precisaria nem dizer, se não quisesse, e muitos dos que têm a minha idade iriam concordar comigo da mesma maneira: Eu não conheço qualquer outro brinquedo com o qual eu tenha me divertido mais, aprendido mais, ou ido mais longe em minha imaginação do que o Playmobil. Eu só lamento, agora, ao ler a notícia, por duas coisas: Que eu não tenha mais idade para me aventurar no mundo Playmobil, e que eles tenham tido sua fabricação aqui no Brasil suspensa.

Meu filho — quando ele nascer –, no entanto, vai poder brincar com a coleção de Playmobil do pai dele — ou seja, eu :mrgreen:: Ela está toda guardada em caixas no sótão da casa da minha mãe…

em Etc | 179 Palavras

Rallegrati Maria

Os italianos mais religiosamente fervorosos podem estar ficando de cabelo em pé. E o motivo disso é um livro, recém-publicado por lá, que afirma que, numa próxima edição — revisada — da Bíblia Sagrada, a oração da “Ave Maria” poderá mudar. A mudança, contudo, não é substancial, e se limita basicamente a uma troca: Ao invés de “Ave Maria”, seria iniciada com “Alegra-te Maria”. Os responsáveis pela nova tradução do texto sagrado, que estão trabalhando a pedido da Conferência Episcopal Italiana (CEI), dizem que se trata de um verbo mais fiel para descrever o que o Anjo teria dito à Maria no momento da Anunciação.

Esta pode não ser a única mudança a ser introduzida nos textos bíblicos. Tudo dependerá da finalização dos trabalhos de melhoria da tradução dos mesmos — tradução esta feita em 1974 –, por um conjunto de especialistas em teologia e línguas antigas, biblistas e historiadores. A nova versão da Bíblia, a ser impressa no final deste ano, no entanto, contará com todas as mudanças. Como muda a Bíblia, título do livro escrito por Roberto Beretta, jornalista italiano, e que está antecipando tais mudanças, pode estar causando polêmica, mas vejo o caso com bons olhos: Atualizar terminologias e fazer com que as palavras sagradas sejam compreensíveis a mais pessoas me parece de longe uma ótima idéia. Ainda que os mais fervorosos demorem a se acostumar com isso…

em Etc | 257 Palavras

Expressando Arte

Iceberg Vermelho?Artistas são muitas vezes reconhecidos não só pelo seu talento, mas também pela sua paciência, que às vezes parece chegar a níveis sobrehumanos. Tudo para que uma obra sua seja completada com sucesso. Se analisarmos o caso de Marco Evaristti, artista plástico chileno, e descobrirmos com isso que ele levou apenas duas horas para concluir o seu maior trabalho, podemos não dar a devida importância ao fato. Por isso é melhor acrescentarmos que ele usou cerca de três mil litros de tinta diluída, e precisou da ajuda de vinte homens, que viajaram com ele até a Groenlândia, na Dinamarca, só para realizarem o feito.

Afinal de contas, não é todo dia que você lê sobre alguém que tinge de vermelho um iceberg inteiro, usando como justificativa o fato de que todos os seres humanos deveriam enfeitar a mãe-natureza. E pode ser que os 23o negativos que sua equipe enfrentou enquanto trabalhava para concluir a obra não sejam seu maior obstáculo. É que até agora, nenhuma reação foi expressada pela população local, em Ilullissat — nome local que significa iceberg –, mas sabe-se que eles são muito conservadores com relação à preservação do meio-ambiente. E agora, deveria nosso amigo chileno ser condenado, ou vale tudo quando se está expressando arte? 😯

em Etc | 229 Palavras

A Multa da Microsoft

Com tantas manchetes a este respeito, e já que a notícia teve direito até a destaque no Jornal Nacional, quis eu também deixar algo registrado sobre o assunto: Acontece que, em mais um round da extenuante batalha da Microsoft tentando provar que não é uma empresa monopolista — desta vez contra a União Européia –, a empresa de Bill Gates acabou sendo condenada a pagar uma pesada multa equivalente a quase R$ 2 bilhões: Isso porquê violou leis antitruste européias.

Apesar de não ser um baque para os cofres da MS — eles possuem US$ 50 bilhões em caixa –, o problema, no meu entender, são os chamados efeitos colaterais: Em até 90 dias ela deverá separar o Windows Media Player de seu sistema operacional, e, em até 120 dias, divulgar a fonte do Windows publicamente, a todos os seus concorrentes.

Continuar lendo

em Etc | 402 Palavras

Music is Power

Uma nota interessante que li no Terra afirma que cientistas norte-americanos estão agora praticamente 100% convencidos de que música e exercícios físicos formam uma excelente combinação: Associados, os dois podem aumentar a inteligência das pessoas.

Voluntários que ouviram “As Quatro Estações”, de Vivaldi, enquanto faziam exercícios se saíram melhores em um teste de habilidade verbal do que quando não ouviam música, segundo um grupo da Universidade Estadual de Ohio.

Sobretudo, o que dá a entender é que exercícios aliados à música melhoram as habilidades verbais das pessoas. Embora os cientistas americanos ainda não tenham feito a segunda parte de seus testes, onde deixarão que os voluntários escolham suas próprias canções, acredito que os resultados serão os mesmos: Música é um remédio pra alma…

em Etc | 142 Palavras

Ofensivo Demais?

Em forma de lábios?E na reestréia da categoria Fala Sério, nada melhor do que uma notícia que vi através do Yahoo News: Parece que nos EUA, a Virgin Atlantic Airways — companhia aérea britânica — abandonou seus planos de instalar, no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, mictórios vermelho-brilhantes em forma de lábios de mulher: O motivo é que a empresa recebeu várias reclamações de clientes, que afirmavam que isso seria ofensivo demais.

Os mictórios, que seriam instalados no lounge da Virgin , reservado pela companhia para seus clientes de primeira classe, foram encomendados a uma empresa holandesa (acho que isso explica a liberdade de design, por assim dizer), e por mais que centenas de pessoas e organizações de defesa aos direitos da mulher tenham reclamado, foi idéia original de uma mulher. Dizem que alguns artistas são incompreendidos por estarem à frente de seu tempo. Mas será este o caso da designer?

em Etc | 163 Palavras

Não Brinca!

Minha irmã veio me contar neste final-de-semana uma situação engraçada pela qual ela e um ex-namorado passaram uma certa vez. O nome do rapaz eu troquei, mas o fato é que seu sobrenome era Serio (exatamente como a palavra sério, só que sem o acento). Pois bem, foram eles fazer um cadastro (pra ele) em uma loja de um dos Shoppings aqui da cidade:

— Como o senhor se chama?
— Reinaldo Sério (ele já falava sério porquê até explicar que não tinha acento, era mais fácil assim mesmo).
— E onde é que o senhor mora?
— Na Rua da Alegria (esse é o endereço dele, de verdade).
— Será que o senhor poderia parar de tirar com a minha cara?
— Mas eu estou falando sério!

Nunca me imaginei passando por algo assim… 😀

em Etc | 142 Palavras

KCEasy

Esta semana tive problemas com minha instalação do Kazaa Lite. Sempre que eu me conectava, não era necessário esperar sequer 2 minutos até que tudo no meu sistema se tornasse extremamente lento. Tentei diversas alternativas para buscar uma solução para os meus problemas, mas nenhuma delas se mostrou eficaz. Resolvi dar o braço à torcer e removi todo o software: Senti uma enorme dor em meu coração, visto que, exceto para arquivos maiores — quando uso o BitTorrent — tudo o que eu baixei da net costumava ser via KL, até então. Me dei conta do que havia feito, e me lembrei que o Kazaa é, sem sombra de dúvida, muito popular, e que buscar para o mesmo um clone, ou software alternativo, seria praticamente loucura…

Mas tal software existe: E seu nome ilustra o título deste post :smile:. Senhoras e senhores, gostaria de lhes apresentar o renomado KCEasy, um cliente de P2P mais do que eficiente, e que me ganhou logo de cara! Aplausos, por favor, que eu explico: O KCEasy se utiliza da tecnologia gIFT, um protocolo que conecta usuários finais à seus clientes de troca de arquivos, quer estes sejam P2P ou não.

Além de possuir uma interface que lembra muito a do Kazaa, o KCEasy ainda se mostrou uma pérola porquê é mais leve, demora menos para carregar do que seu primo P2P, e é multi-protocolo: Pode se conectar à rede FastTrack (Morpheus/Kazaa), e ainda atacar na Gnutella ou na OpenFT (rede criada pelos autores do projeto gIFT). Como há opção para que todas as buscas sejam realizadas em todas as redes ao mesmo tempo, os resultados chegam mais rápido e em maior número. Nota 100: E tudo isso sem travar minha máquina 😎

em Etc | 304 Palavras

OVNI em Marte

Robô da Nasa fotografa objeto não-identificado no céu de Marte

Os astrônomos, especializados no assunto, dizem que o tal objeto pode não passar de um meteoro. Se o fato for confirmado, este será o primeiro meteoro avistado – ainda que por uma sonda, o Spirit – da superfície de outro planeta. Outros especialistas também afirmam que o tal objeto pode ser uma sonda orbital antiga, enviada pelo homem há 30 anos atrás: A Viking-2.

E se nos esquecessemos dos objetos enviados pelo homem por um minuto e nos perguntássemos: Será uma nave marciana? A pergunta não seria tão intrigante: Afinal de contas, ela poderia estar transportando coelhos marcianos 😉

em Etc | 117 Palavras

Google Regional

Uma interessante nota publicada na Folha On-Line dá conta de que o site de buscas Google, uma das maiores referências mundiais em pesquisas de sites pela internet, estará entrando no ramo de pesquisas regionais. Para isso, a empresa já lançou seu mais novo serviço, batizado de Google Local: Ao contrário das outras buscas disponibilizadas pelo mecanismo, esta não retorna links para os sites das empresas, e sim, endereços e telefones das localidades procuradas pelo usuário.

O funcionamento do Google Local parece ser bem interessante: Apesar de ser algo que, por enquanto, estará funcionando apenas nos EUA, eu resolvi fazer um teste para verificar como seriam os resultados encontrados, caso eu resolvesse procurar por alguma coisa bem conhecida. Para tanto, usei como exemplo a rede de lanchonetes McDonald’s. Primeiro porquê a esta hora da manhã, estou com fome: E em segundo lugar, porquê eu sabia que se trataria de uma busca que me traria diversos resultados diferentes. Sendo assim, lá fui eu para a interface do site…

Continuar lendo

em Etc | 439 Palavras

A Nova Velha Briga

Mais um round na guerra de cervejas foi inaugurado: O Conar resolveu manter no ar a propaganda da Brahma onde aparece o cantor Zeca Pagodinho, entitulada Amor de Verão. Pelo menos até a semana que vem, quando o pedido de suspensão solicitado pela agência de publicidade Fischer for julgado. Além disso, a Fischer America e a Schincariol alegam que houve aliciamento do cantor, para que ele quebrasse seu contrato de exclusividade com a marca. O Conar disse que sobre este assunto não pode deliberar, pois nada tem a ver com as normas de propaganda.

Nesta terça-feira, o relator do caso, Enio Rodrigues, indeferiu pedido liminar de suspensão da propaganda. Segundo o relator, o texto da publicidade (letra da música), bem como seus visuais, se enquadra “nos limites estabelecidos da propaganda comparativa”.

Independente das decisões de suspensão, e até mesmo do julgamento que possa vir a ocorrer, ocasionado pela quebra de contrato de Zeca Pagodinho, a Schin já mexeu seus pauzinhos e preparou uma propaganda-resposta que foi ao ar já no dia de ontem. Pra mim esta deve ter sido uma das propagandas mais rapidamente produzidas de toda a história publicitária brasileira.

Continuar lendo

em Etc | 400 Palavras